Vamos conversar sobre fertilização do solo

Por Valter Casarin*

As plantas retiram os nutrientes de que precisam do solo. Quando esses elementos reduzirem ou acabarem, eles deverão ser repostos.

Você sempre encontrará três letras na embalagem do fertilizante, elas representam a porcentagem de nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K) contidos na embalagem.

Por exemplo, 20-20-20 contém 20% de nitrogênio, 20% de fósforo e 20% de potássio, totalizando 60%.

O restante é composto por elementos outros nutrientes, como cálcio, magnésio, enxofre, ferro, manganês, zinco, cobre …

O papel de cada um dos elementos é diferente e basta que um único nutriente seja insuficiente em quantidade para limitar o crescimento, a floração, a frutificação, a resistência ao estresse ou a doenças …

O NITROGÊNIO (N) é utilizado pela planta para:
Promove o crescimento, desenvolve folhagem e facilita o desenvolvimento da clorofila.

Devemos evitar o excesso de nitrogênio, senão as plantas crescem muito rapidamente e se tornam mais frágeis.

Uso: Para árvores, gramado, vegetais folhosos e ervas.

O FÓSFORO (P) é usado pela planta para:

Estimula as raízes, promove a floração e a frutificação e consolida os tecidos.

Um fertilizante rico em fósforo é aplicado no momento do plantio ou transplante.

É importante aplicá-lo também às plantas com flores ao longo da temporada.

O POTÁSSIO (K) é utilizado pela planta para:

Melhora a resistência a doenças, pragas, secas e frio, desenvolve o sabor de frutas e vegetais, a coloração de flores e frutas.

É aplicado durante toda a temporada em plantas com flores ou vegetais frutíferos, bem como em todas as plantas, incluindo o gramado, para aumentar sua resistência em antecipação ao período de inverno.

TIPOS DE ADUBO

Existem diferentes tipos de fertilizantes: orgânicos ou mineral, apresentados na forma de pó, granular ou líquido.

• fertilizantes orgânicos: Fertilizantes derivados direta ou indiretamente de tecidos ou organismos vivos contendo carbono, assim obtidos de cinzas, plantas ou animais.
• Fertilizantes minerais: Os fertilizantes minerais são oriundos da natureza ou extraídos do ar. As matérias primas são processadas na indústria para tornar os nutrientes apropriados para sua utilização pelas plantas e reduzir o custo de transporte a aplicação no campo. Mas, suas composições continuam sendo de moléculas naturais, e não artificiais.

UTILIZAÇÃO:

Plantas perenes e arbustos

Recomenda-se o uso de um fertilizante granular. Aplicar 3 a 4 vezes durante o período chuvoso (setembro a fevereiro).

Aplica-se em torno das plantas na borda da folhagem.

Plantas anuais e horta

• EM VASOS: Use o fertilizante uma vez por mês durante o ciclo da cultura.

Cuidado ao usar se o solo estiver bastante seco, regue primeiro com água e depois regue novamente com a mistura de água e fertilizante.

• NO CAMPO: Use o fertilizante uma vez por mês durante o ciclo da cultura.

Árvores

Recomenda-se o uso de um fertilizante granular. Aplique uma vez no início da chuva (setembro/outubro) e outra em dezembro.

O adubo deve ter o objetivo é beneficiar a árvore e não o gramado. Aplicar sob a projeção copa, em um círculo ao redor da árvore. Se possível realizar furos de 15 a 20 cm de profundidade para localizar o adubo, espalhando a dose recomendada nos furos e cubra com o solo.

• Valter Casarin, coordenador científico da Iniciativa Nutrientes para a Vida (NPV)

Nutrientes para a Vida

Todo ser vivo necessita de nutrientes. Eles são incorporados ao seu metabolismo para manter o ciclo vital. Portanto, as plantas também precisam de nutrientes e é justamente nos fertilizantes que eles se encontram.

É para garantir que as plantas recebam todos os elementos essenciais a seu bom desenvolvimento, habilitando-se assim, para a produção de culturas de fato saudáveis para a alimentação humana que a Iniciativa Nutrientes para a Vida (NPV) trabalha ininterruptamente. Sua missão é esclarecer a sociedade brasileira, com base em estudos científicos, sobre a importância e os benefícios dos fertilizantes na produção e qualidade dos alimentos bem como sua utilização adequada.
A NPV é uma extensão nacional do projeto Nutrients For Life, que já colhe importantes frutos em outros países, como Estados Unidos, onde nasceu, Canadá, México e Colômbia. Destaca o papel essencial dos diversos tipos de fertilizantes na segurança alimentar e nutricional, além de seu efeito multiplicador na produtividade de culturas.

Acontece Comunicação e Notícias

Chico Damaso, Milena Alvarez, Beatriz Zolin, Henrique Artuni

(55 – 11) 99911.8117 / 96497.6040 / 94232.0252 / 3871-2331 /
3589-9516 / 3562-0157 – 3853.0770 / 3873-6083 / 99911-8117
acontece@acontecenoticias.com.br

SEJA UM INSCRITO

Get updates and learn from the best

Outros posts

Rolar para cima